topo

Endocrinologia e Metabologia

Boa parte das pessoas que luta contra os ponteiros da balança já culpou, ao menos uma vez, o metabolismo 'lento demais' pela dificuldade de emagrecer. De fato, algumas pessoas queimam calorias em um ritmo mais rápido do que outras. Saiba porque isso acontece e aprenda como é possível acelerar o metabolismo, eliminando mais calorias e mantendo a boa forma.

Mas o que é o metabolismo?
Metabolismo vem do grego que significa mudança troca. É uma complexa série de processos químicos que converte alimentos em energia e de uma maneira simples e objetiva é a taxa com que o corpo usa a energia, ou, queima calorias para se manter vivo. Nosso organismo apresenta uma dinâmica que em parte se assemelha a uma máquina. Entretanto, diferentemente das máquinas, nosso corpo apresenta a capacidade de se reciclar. Assim, tenha a certeza de que seu organismo não é o mesmo de um ano atrás, e nem será o mesmo no próximo ano! E como esta máquina mantem seu funcionamento depende em parte do estilo de vida que você leva. O metabolismo divide-se em anabolismo e catabolismo. Reações anabólicas, ou reações de síntese, são reações químicas que produzem nova matéria orgânica nos seres vivos. Sintetizam-se novos compostos (moléculas mais complexas) a partir de moléculas simples (com consumo de energia sob a forma de ATP). Reações catabólicas, ou reacões de decomposição/degradação, são reações químicas que produzem grandes quantidades de energia (ATP) a partir da decomposição ou degradação de moléculas mais complexas (matéria orgânica). Quando o catabolismo supera em atividade o anabolismo, o organismo perde massa, o que acontece em períodos de jejum ou doença; mas se o anabolismo superar o catabolismo, o organismo cresce ou ganha massa. Se ambos os processos estão em equilíbrio, o organismo encontra-se em equilíbrio dinâmico ou homeostase.
Todos nós temos um metabolismo diferente, baseada em uma série de fatores, alguns que podemos controlar e outras que não podemos. Sua idade, sexo, gordura corporal e a genética contribuem para determinar o seu metabolismo. Há maneiras de acelerar o seu metabolismo, incluindo o exercício cardiorrespiratórios e musculação, assim como alimentar-se de maneira saudável fracionando as refeições ao longo do dia.
O que é um endocrinologista?
Endocrinologistas são médicos especialmente treinados que diagnosticam doenças relacionadas com as glândulas que produzem hormônios e o metabolismo. Portanto, obesidade, diabetes, hipotireoidismo, menopausa, síndrome dos ovários policísticos, colesterol elevado, osteoporose são algumas das situações tratadas por endocrinologistas.

O Nosso Sistema Hormonal
Entenda um pouco mais sobre o interessante sistema endócrino que regula todo o nosso corpo!
O sistema endócrino humano consiste de uma série de glândulas. Estas glândulas produzem e secretam hormônios que controlam o metabolismo e funcionamento do corpo.
Abaixo está uma lista das glândulas do corpo humano e o que elas fazem resumidamente:

 

glandulas

• Glândulas adrenais (glândulas supra-renais) - Localizadas sobre os rins. Estas glândulas secretam corticosteróides e catecolaminas, como a noradrenalina e adrenalina (epinefrina), que são hormônios que são liberados em resposta ao estresse. As glândulas adrenais também produzem andrógenos - hormônios sexuais masculinos e a aldosterona que afeta a função renal e a pressão arterial.

• Hipotálamo - Ativa e controla funções involuntários do corpo, como a do apetite, do sono, da temperatura, bem como os ciclos circadianos. O hipotálamo liga o sistema nervoso ao sistema endócrino através da hipófise (glândula pituitária).

• Hipófise - Conhecida como a glândula mestra, porque produz hormônios que regulam as funções de outras glândulas, bem como as funções de crescimento e funcionamento do corpo.

• Ovários e Testículos - Os testículos produzem hormônios, principalmente a testosterona, que controlam o desenvolvimento sexual, a puberdade, pelos faciais, comportamento sexual, a libido, a função erétil, massa muscular e a formação de espermatozóides.

• Pâncreas - É tanto uma glândula endócrina e um órgão digestivo. Ele produz insulina, somatostatina, glucagon e o polipéptido pancreático. A insulina desempenha um papel chave no metabolismo dos carboidratos e da gordura no corpo. O glucagon é um hormônio peptídeo que aumenta os níveis de glicose no sangue quando está muito baixo.

• Glândulas Paratireóides - Pequenas glândulas endócrinas localizadas no pescoço atrás da tireóide. Eles produzem hormônio da paratireóide, que regula o cálcio e fósforo no sangue.

• Glândula Tireóide - Uma glândula endócrina localizada logo abaixo do pomo de Adão no pescoço; ela produz hormônios T3 e T4 que desempenham um papel fundamental na regulação da pressão arterial, temperatura corporal, frequência cardíaca e metabolismo.